terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Mulheres são mais multitarefas

NOVA YORK (Reuters) - Os homens podem estar ajudando mais em casa, mas as mulheres que trabalham fora ainda são mais multitarefas nas famílias norte-americanas que seus parceiros, e isso as está estressando, mostrou um novo estudo.
Seja nos trabalhos domésticos, cozinhando ou cuidando das crianças, elas realizam cerca de 10 horas a mais de tarefas ao mesmo tempo em casa a cada semana do que eles - 48,3 horas contra 38,9 horas - o que, segundo os pesquisadores, constitui uma importante fonte de desigualdade entre gêneros.

"Quando você olha para homens e mulheres em situações similares de trabalho, eles são muito parecidos," comentou Barbara Schneider, professora de sociologia da Universidade do Estado do Michigan e coautora do estudo, em entrevista.
"Mas quando chegam em casa, fica muito claro que as mulheres estão abraçando muito mais das responsabilidades com a casa e as crianças."
Schneider e Shira Offer, professora-assistente da Universidade Bar-Ilan, em Israel, usaram dados do Estudo de 500 Famílias, que avaliou como as famílias em oito comunidades urbanas e suburbanas dos Estados Unidos equilibram trabalho e vida familiar.
A pesquisa, publicada na American Sociological Review, baseia-se nas respostas de um universo de 368 mães e 241 pais em famílias com duas fontes de renda, que refletem o segmento da população mais pressionado pela falta de tempo.
"(A descoberta) sugere que as mães que trabalham fora estão fazendo duas atividades de uma só vez em mais de dois quintos do tempo em que estão acordadas, enquanto os pais estão fazendo multitarefas em mais de um terço de suas horas acordados," disse Schneider.


O estudo mostrou que 52,7 por cento de todas as multitarefas para as mães trabalhadoras envolvem tarefas de casa, comparado a 42,2 por cento para os pais, e 35,5 por cento cuidando das crianças, ante 27,9 por cento para os homens.Além de fazerem mais, as tarefas que as mulheres realizam ao mesmo tempo em casa são mais trabalhosas. Com elas ficam boa parte do cuidado com a casa e com as crianças.

"Os pais, em contraste, costumam se envolver em outros tipos de atividade quando fazem multitarefas em casa, tais como falar com terceiros ou cuidar de si. Essas são experiências que pesam menos," explicou Schneider.
As pesquisadoras disseram que o estudo mostrou que as multitarefas são mais estressantes para as mulheres. Apenas elas relataram emoções negativas quando fazem muitas coisas ao mesmo tempo em casa ou em fora de casa, enquanto os homens consideram essa uma experiência positiva.
"Não devemos fazer suposições falsas de que as coisas mudaram drasticamente," afirmou Schneider ao ser questionada sobre o papel da mulher em casa ou no trabalho. "Eu acredito que ainda há muitas questões, tanto no trabalho e certamente em casa, que sugerem que existem e continuarão existindo desigualdades de sexo."