terça-feira, 1 de março de 2011

Natalie Portman, premiada do Oscar tolerância zero para John Galliano


A futura mamãe ganhadora do Oscar de melhor atriz Natalie Portman, anunciou ontem que está se desligando das campanhas da maison Dior, como uma forma de protesto contra John Galliano.

 John foi excluído da Dior. Segundo o "WWD" e o "Wall Street Journal", o estilista não é mais o diretor-criativo da marca, onde começou a trabalhar em 1996. "Eu condeno firmemente essas declarações de Galliano, que estão completamente fora do que é defendido pela Christian Dior", disse o presidente da maison, Sidney Toledano.

Natalie Portman, que é judia e nasceu em Israel, disse se sentir enojada pelo comportamento antissemitista do estilista. "Estou profundamente chocada e enojada pelo vídeo com os comentários de John Galliano. Por conta disso, e como uma pessoa que tem orgulho de ser judia, eu não serei mais associada ao Sr. Galliano de forma alguma. Espero que, pelo menos, esses terríveis comentários nos façam refletir e agir contra esses preconceitos, que ainda existem e são o posto de tudo o que é belo", disse a atriz.

Durante a cerimônia do Oscar, Natalie foi alvo de comentários dos fashionistas, que apontaram a simplicidade do vestido que estava vestindo. Depois da declaração da atriz, fofocas de bastidores diziam que tanto Natalie como outras atrizes que vestiriam Dior no tapete vermelho mudaram o look na última hora, como forma de protesto. Natalie acabou optando por um vestido roxo da Rodarte.

É isso aí...tem coisa que não vale a pena..é melhor usar um "vestidinho" do que dar cartaz para um estilista com este tipo de comportamento...infelizmente...talento nem sempre vem junto com bom senso....

O comercial de Portman para a Dior é demais...fica a lembrança não haveram outros...


Beijos

by Mariana Zani